Campeonato Mundial masculino de handebol

Neste ano acontece o Mundial de Handebol Masculino. Sediado na França, o campeonato será disputado em oito locais: Paris, Rouen, Nantes, Metz, Albertville, Montpellier, Lille, e Brest e será a 25ª edição do evento promovido pela Federação Internacional de Handebol.
Em sorteio realizado em 23/06/2016 foram definidos os 4 grupos para o Mundial que acontecerá entre os dias 11 e 29 de Janeiro de 2017.
A França, como anfitriã, classificou-se automaticamente. A vaga do último campeão mundial, a própria França, foi dada ao segundo melhor colocado, o Qatar, Restando 22 vagas para as melhores equipes de cada torneio de qualificação continental, os vencedores de uma etapa adicional de qualificação Europeia e um torneio intercontinental de qualificação.
Na primeira fase as 24 equipes foram distribuídas em quatro grupos contendo seis seleções cada. Após se enfrentarem entre si dentro de seus grupos em turno único as quatro melhores equipes de cada grupo se classificam para a fase eliminatória da competição, a qual é composta pelas oitavas-de-final, quartas-de-final, semifinais e final.

Confira abaixo os grupos:

GRUPO A:
BRASIL
FRANÇA
JAPÃO
POLÔNIA
NORUEGA
RÚSSIA

GRUPO B:
ANGOLA
ESLOVÊNIA
ESPANHA
ISLÂNDIA
MACEDÔNIA
TUNÍSIA

GRUPO C:
ALEMANHA
ARÁBIA SAUDITA
BIELORRÚSIA
CHILE
CROÁCIA
HUNGRIA

GRUPO D:
ARGENTINA
BAHREIN
QATAR
DINAMARCA
EGITO
SUÉCIA

As equipes que forem eliminadas na primeira fase da competição irão disputar um torneio de consolação (President’s Cup), que definirá as equipes que ocuparão do 17º ao 24º lugar no campeonato. Todas as equipes que terminarem na quinta colocação dentro de seus grupos irão disputar uma fase semifinal, da qual os vencedores disputarão a 17ª colocação e os perdedores a 19ª colocação. Da mesma forma, os sextos colocados de cada grupo decidirão a 21ª e a 23ª colocação.

Os critérios de desempate na primeira fase para equipes empatadas em número de pontos na classificação são, na seguinte ordem:

1 – Número de pontos obtidos nas partidas entre as equipes em questão;
2 – Saldo de gols nas partidas entre as equipes em questão;
3 – Gols marcados nas partidas entre os times em questão (se mais de dois times empatarem em número de pontos);
4 – Saldo de gols em todas as partidas no grupo;
5 – Número de gols marcados em todas as partidas no grupo;
6 – Sorteio.
A Seleção Brasileira estréia na competição jogando justamente contra a anfitriã França, no dia 11 de Janeiro e encerra a sua participação na primeira fase contra a Seleção Russa no dia 19 de Janeiro. Em seu último desafio preparatório para o mundial, a Seleção Brasileira dominou a Eslováquia vencendo de 30 a 20, jogo válido pela Yellow Cup.

O técnico Washington Nunes, que assumiu o comando após a saída do espanhol Jordi Ribera em setembro do ano passado, chamou 16 jogadores para a competição, mantendo a base do time que conseguiu a sétima posição nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Veja lista dos jogadores convocados para o mundial:

Goleiros – César Augusto de Almeida ‘Bombom’ (OIF Arendal-Noruega) e Maik Santos (AL-Rayyan-Qatar).

Armadores – Gabriel Ceretta Jung (FC Barcelona-Espanha), Haniel Lângaro (BM Naturhouse La Rioja-Espanha), José Guilherme de Toledo (Orlen Wisla Plock-Hungria), Oswaldo Maestro Guimarães (Anaitasuna-Espanha), Thiago Alves Ponciano (BM Ciudad Encantada-Espanha) e Thiagus Petrus Gonçalves dos Santos (Mol-Pick Szeged-Hungria).

Centrais – Henrique Teixeira (CB Huesca-Espanha) e João Pedro Francisco da Silva (Chambery Savoie Handball-França).

Pontas – Claryston David Cordeiro Novais (ADJF/Independência Trade-MG), Fábio Chiuffa  (KIF Kolding Kobenhav-Dinamarca), Guilherme Torriani (Vegus/Guarulhos-SP) e Lucas Cândido (BM Guadalajara-Espanha).

Pivôs – Alexandro Pozzer (Fertiberia Puerto Sagunto-Espanha) e Rogério Moraes (WC Vardar-Macedônia) .

Confira aqui nossa extensa oferta de apostas e não fique de fora!